Universidad Complutense de Madrid
E-Prints Complutense

A sedimentação margo-calcária rica em matéria orgânica do Pliensbaquiano da Bacia Lusitânica: estratigrafia integrada e evolução paleoambiental
The Pliensbachian organic-rich marl-limestone sedimentation of the Lusitanian Basin (Portugal): integrated stratigraphy and palaeoenvironmental evolution

Impacto

Downloads

Downloads per month over past year



Silva, Ricardo Louro and Duarte, Luís Vitor and Comas Rengifo, María José and Mendonça Filho, João Graciano and Azerêdo, Ana Cristina (2013) A sedimentação margo-calcária rica em matéria orgânica do Pliensbaquiano da Bacia Lusitânica: estratigrafia integrada e evolução paleoambiental. Comunicaçoes geológicas, 100 (Esp. I). pp. 83-87. ISSN 0873-948X; e-ISSN: 1647-581X

[thumbnail of A sedimentação margo.pdf]
Preview
PDF
2MB

Official URL: https://www.lneg.pt/product-category/publicacoes-pt/comunicacoes-geologicas/2010-a-2019-pt/




Abstract

A elaboração de modelos sedimentológicos preditivos é uma das principais ferramentas na prospeção de petróleo. O objectivo deste trabalho é o de apresentar uma caracterização sedimentológica, estratigráfica, palinofaciológica e geoquímica sumária de um dos mais importantes intervalos ricos em matéria orgânica e potencialmente gerador de petróleo da Bacia Lusitânica: o membro Margo-calcários com níveis betuminosos da Formação de Vale das Fontes (Pliensbaquiano, Jurássico Inferior).
Os estudos em progresso, em especial os que abordam a matéria orgânica, têm como objectivo aperfeiçoar o conhecimento acerca da evolução lateral e temporal dos meios deposicionais e das condições paleoambientais contemporâneas da sedimentação, não só na Bacia Lusitânica, mas também a uma escala regional e, por meio de comparação e correlação, global.

Resumen (otros idiomas)

The detailed study of the ammonite succession (more than 800 specimens) observed in two expanded sections (Polvoeira and Água de Madeiros), located in the S. Pedro de Moel area (Lusitanian Basin), has allowed characterizing the Oxynotum and Raricostatum chronozones of the Upper Sinemurian. The Oxynotum Chronozone (Oxynotum Subchronozone) is recognized by the occurrence of the genera Oxynoticeras, Bifericeras, Cheltonia and Plesechioceras and the Raricostatum Chronozone (Raricostatum, Macdonnelli y Aplanatum subchronozones) by the record of several typical taxa of the standard zonation, pertaining to the genera Echioceras, Leptechioceras y Paltechioceras gr. tardecrescens. Based on the occurrence of Gemmellaroceras (G. aff. aenigmaticum) and the first record of Apoderoceras subtriangulare, the Sinemurian-Pliensbachian boundary is formally defined for the first time in the Lusitanian Basin.

Item Type:Article
Uncontrolled Keywords:Fácies ricas em matéria orgânica; Sedimentação margo-calcária; Pliensbaquiano; Bacia Lusitânica; Portugal
Palabras clave (otros idiomas):Organic-rich facies; Marl-limestone sedimentation; Pliensbachian; Lusitanian Basin; Portugal
Subjects:Sciences > Geology > Stratigraphic geology
Sciences > Geology > Paleontology
ID Code:65233
Deposited On:30 Apr 2021 18:07
Last Modified:03 May 2021 18:19

Origin of downloads

Repository Staff Only: item control page